Com contrato perto do fim, futuro de Fábio ainda é incerto

É possível que o goleiro estenda seu vínculo com a Raposa para ajudar no retorno para a Série A

Com a recuperação do Cruzeiro na Série B, tem ficado explícito também o quão importante é Fábio para o clube. Contra a Ponte Preta, no último sábado, por exemplo, foi decisivo para a garantia do 1 a 0. Jogador com mais partidas na história do clube, o goleiro, que completará 41 anos em 30 de dezembro, ainda não tem seu futuro traçado.

Em entrevista à Rede Globo, há algumas semanas, o goleiro brincou dizendo que a aposentadoria será em um mês de dezembro, mas sem especificar qual.  Apurações do ‘Globo Esporte’ indicam que o goleiro quer permanecer no Cruzeiro para ajudá-lo a voltar à Série A do Brasileiro. Para isso, caso necessário, tem a intenção de estender sua história no clube por mais um tempo.

“Eu sei que é dezembro (risos). Deus vai determinar. Desde quando me tornei atleta de futebol, Deus direcionou da melhor forma possível, trilhou essa carreira longa, que eu nem imaginava numa grande equipe, ter feito história que fiz”, disse ele na ocasião.

Prolongar o contrato com o Cruzeiro, também significará a Fábio poder atingir uma marca histórica. Irá abrir ainda mais vantagem na lista dos atletas que mais jogaram pela Raposa e terá possibilidade de chegar aos mil jogos com a camisa azul estrelada. Atualmente, o jogador registra 961 partidas.

“Nunca pensei, desde quando iniciei a carreira (em data ou idade para parar). Muitos fazem planos de uma data. Nunca pensei dessa forma, sempre em cima do meu contrato e o que tinha para fazer para continuar, condição física boa, trabalhar nos treinamentos. Venho fazendo isso ao longo dos anos. Vem me dando confiança”, finalizou.

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

João Doria

Anexos para downloads: