Bombeiros mineiros seguem para missão de ajuda humanitária no Haiti

Os militares já atuaram em missões de salvamento e resgate em Brumadinho e Mariana

Os quatros bombeiros mineiros que vão participar da missão de ajuda humanitária no Haiti decolaram na manhã desta quarta-feira (23) para Porto Príncipe, capital do país atingido por um terremoto no último dia 14. Eles saíram de Boa Vista, em Roraima, ao lado de militares do Distrito Federal e da Força Nacional.

Fazem parte da equipe da corporação do estado, o capitão Tiago Silva Costa, o tenente Rafael Rocha e os sargentos Wesley Bernardes Faria e Thales Leite Braga. Os militares já atuaram em operação de busca e salvamento em Brumadinho e Mariana.

Segundo o Corpo de Bombeiros, estão sendo levados equipamentos de emergência, insumos e ferramentas tecnológicas próprias para atuar em missões de colapso de estruturas. Dentre eles, detectores de vida, equipamentos de precisão que contam com microfones que conseguem captar ruídos nos escombros e sensores que detectam sinais vitais como respiração e batimentos cardíacos.

Além disso, de acordo com a corporação, os sensores sísmicos e acústicos do sistema convertem as vibrações criadas pela vítima em sinais auditivos e visuais.  Se tratando de país, apenas os bombeiros de Minas Gerais possuem esse equipamento.

O primeiro-ministro do Haiti, Ariel Henry, disse na última sexta-feira (20) que pelo menos 700 mil pessoas precisam de ajuda humanitária emergencial. Com magnitude 7.2 na escala Richter, o terremoto deixou mais de 2,2 mil mortos e 300 desaparecidos.

 

gaeco

 

%d blogueiros gostam disto: