Atlético empata dá adeus ao sonho do bi na Libertadores; sentimento é de cabeça erguida

Galo foi eliminado invicto da competição internacional

O Atlético está eliminado da Copa Libertadores. Pela regra do gol qualificado fora de casa, o time empatou em 1 a 1 com o Palmeiras e deixa a competição continental invicto.

Passou quem foi mais eficiente, ou menos deficiente. O clube mineiro demonstrou muita incompetência nos dois jogos das semifinais. O pênalti perdido no jogo de ida. Um gol incrível perdido no jogo de volta depois de abrir o placar. Um vacilo individual de um zagueiro, que errou o tempo de bola e deixou o atacante livre para estufar as redes. Pecados mortais para o time de Cuca, que amarga mais uma eliminação para Abel Ferreira.

Os gols de Vargas e Dudu mostraram o equilíbrio que permeou toda a semifinal entre os clubes. Entretanto, resta ao Galo manter o foco no Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, onde possui boas chances de conquistas.

O ano continua

O técnico Cuca afirmou que apesar da eliminação dolorida, o grupo não pode se abater e precisa focar nas competições em que ainda disputa títulos em 2021.

– Fica uma dor de ter sido eliminado muito grande, sair invicto de uma competição, a melhor defesa, um dos melhores ataques, melhor campanha. Mas fica muita coisa boa, então não é porque você foi eliminado numa competição, empatando duas partidas, que vai se mudar alguma coisa. Pelo contrário, vai nos fortalecer ainda mais, já foi conversado lá dentro. Saber perder faz parte do jogo e, para você ganhar lá na frente, tem que ter o luto de um dia no máximo, porque depois de amanhã já tem que estar com a guarda alta dentro das outras competições que a gente está – afirmou o comandante atleticano.

Dois títulos ainda em disputa

Para o zagueiro Júnior Alonso, o elenco atleticano têm que trabalhar duro para buscar as duas competições em que ainda possui chances de título, como a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro.

“Não podemos ficar (abalados). Estamos em primeiro no Brasileirão, temos uma semifinal da Copa do Brasil. A equipe trabalhou bastante durante um ano. Temos que seguir trabalhando, se necessário trabalhar o dobro. Temos 70 dias para brigar por dois títulos. E esse é o caminho.” – disse o zagueiro paraguaio.

Foto: Pedro Souza/Atlético

Anexos para downloads:

%d blogueiros gostam disto: