Amirt e Sebrae oferecem programa de capacitação de conteúdos televisivos: saiba como se inscrever

Promover um movimento colaborativo que impulsione o desenvolvimento do ecossistema de radiodifusão em Minas Gerais e que, ao mesmo tempo, possa oferecer conteúdos subsidiários para qualificar a gestão dos negócios. Essa é a proposta das Jornadas de Capacitação e Articulação do Programa Comunica Minas.

A iniciativa é voltada a gestores de empreendimentos de rádio e TV, atuantes em cidades do interior do estado, de maneira a criar uma rede colaborativa horizontal potencializando as capacidades de cada emissora. Objetiva também capacitar os empreendedores da radiodifusão mineira a atuarem de maneira cooperada, buscando a diversificação da programação e incorporando gêneros que são usuais e universais na cultura da televisão.

Nesta primeira jornada, serão 10 encontros quinzenais, telepresenciais (online, ao vivo e interativos), onde profissionais especializados facilitarão a troca de conhecimentos e experiências entre os participantes e introduzirão temas específicos para sustentar a articulação de uma rede regional de compartilhamento de conteúdos televisivos. Esta rede poderá se constituir através da criação de um pool de emissoras, supervisionado pela Amirt, com colaboração continuada ou mesmo se estruturar a partir de projetos específicos que sejam de interesse comum a várias emissoras, como a produção de séries sobre turismo regional, sobre o circuito de patrimônio histórico e sobre produtos típico de Minas, como o queijo e cachaça.

OBJETIVOS DA JORNADA

• Constituir um grupo de trabalho com a missão de articular e organizar uma rede horizontal de compartilhamento de programas televisivos.
• Facilitar e estimular uma cultura de colaboração entre os veículos.
• Mapear oportunidades de compartilhamento de conteúdos.
• Desenvolver parâmetros para acordos de cooperação e modelos de negócio que permitam tanto o custeio de produção dos programas por meio de patrocinadores em busca de abrangência estadual, como a monetização da exibição via anunciantes locais.
• Fomentar e facilitar a articulação de subredes para o compartilhamento de matérias e conteúdos de interesse mesorregional ou microrregional.
• Facilitar acordos de cooperação entre emissoras, em plano bilateral ou multilateral.
• Mapear produtores independentes que disponham de conteúdos interessantes prontos para difusão na rede.

TEMAS A SEREM EXPLORADOS

• Construção de processos colaborativos entre emissoras de TV, voltados ao compartilhamento de programas.
• Diversificação da grade de programação por meio do compartilhamento de conteúdos.
• Colaboração jornalística. Explorando a busca de parcerias com outras emissoras que possam funcionar como correspondentes, em trocas mútuas, permitindo ter matérias de acontecimentos relevantes de outras cidades do interior do estado.
• Estudo de formas de qualificação da grade de programação, redução de custos e incremento na monetização a partir do uso de conteúdos compartilhados.

PÚBLICO ALVO

Gestores de emissoras de TV situadas no interior do Estado de Minas Gerais.

CARGA HORÁRIA

30 horas