1,5 milhão de empregos foram criados no primeiro semestre de 2021

O Brasil criou 1,5 milhão de empregos com carteira assinada no primeiro semestre deste ano. Os dados são do CAGED, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, que foram divulgados pelo Ministério da Economia. No mês de junho foram criados 309 mil empregos formais.

O ministro da economia, Paulo Guedes, destacou que chegamos ao patamar de 40 milhões de empregos formais. Esse dado não era alcançado desde de 2015. Segundo o ministro, os números demonstram que o Brasil está reagindo muito bem à crise gerada pela pandemia, com geração de emprego em todos os estados do país.

O destaque é para o setor de serviços e comércio, que foram os que mais geraram emprego em 2021. Paulo Guedes explicou que a vacinação em massa é essencial para o retorno seguro ao trabalho. Há a previsão da criação de dois programas para absorver os jovens no mercado de trabalho. Segundo Guedes, as pessoas nessa faixa etária representam a maior parte dos desempregados no Brasil.

O ministro destacou que a ideia do governo é desburocratizar ainda mais as relações trabalhistas para diminuir a quantidade de trabalhadores informais, que somam 38 milhões no país.

Guedes confirmou, ainda, que o auxílio emergencial vai até final de outubro.

As informações são da Radioagência Nacional. 

 

empregos

Anexos para downloads: